APMT TERMINALS PECÉM

Estrutura

Parque de máquinas APM Pecém "a topo vapor"
 
Em pleno crescimento e cada vez mais estruturado, o parque de máquinas da APM Terminals Pecém vive hoje seu melhor momento em  10 anos, desde que a empresa começou a atuar no Ceará. Modernizado e mais confiável, o maquinário atual permite uma disponibilidade de cerca de 90% para operação de navios.
 
Os dois Guindastes MHC (Mobile Harbour Crane), com capacidade para 100 toneladas (cada), passaram recentemente por reformas completas, em que foram gastos mais de 1,8 milhão de reais, o que garantiu a eles uma maior sobrevida de pelo menos cinco anos, assim como muito mais agilidade, força e mobilidade. 
 
Além disso, o maquinário de Pecém acaba de receber mais um reforço "de peso", o guindaste da marca Fantuzzi, com capacidade também para 100 toneladas, que veio diretamente de Itajaí.
O parque conta ainda com uma frota de 15 caminhões e carretas e quatro empilhadeiras com capacidade para 2,5 toneladas. A frota de Reach Stackers está com 11 RS, sendo nove para 45 Toneladas e dois para containers vazios. Das 11 Reach Stackers, quatro são praticamente novas, do ano de 2011.
 
Para manter a frota de equipamentos rodando, operacionais e confiáveis para o cliente, a APM Pecém mantém estrutura própria de manutenção, sendo uma oficina de Reach Stackers dentro do Terminal e outra oficina para caminhões do lado de fora do Porto.
 
Visando sempre oferecer o melhor nível de serviço ao mercado e priorizando a segurança no dia a dia de trabalho, a gerência de manutenção da APM Pecém programa e implementa qualificação constante para os mais de 30 profissionais, entre diretos e parceiros, que trabalham e mantêm suas oficinas.